Thursday, December 22, 2016

A formação do caráter de uma nação

A formação do caráter de uma nação

         Eu tenho um estudo bem simples e superficial de fatos sobre formação de consciência e de caráter nos dois maiores países da America, o então colonizado novo mundo, novo continente. A maneira como esses dois países conduziram a maneira de pensar, raciocinar e então reagir, como suas atitudes que foram formando um comportamento social natural, formando uma consciência natural de  cada uma das duas nações. Tendo vivido dois anos por terras americanas eu tive a experiência, que de longe não é a mesma de um turista brasileiro ~( que vem aqui passar uma ou duas semanas e passa a maior parte dessas preciosas horas aqui fazendo shopping )~. Eu quero comparar apenas dois fatos básicos que influenciaram na programação básica mental de um ser humano de qualquer nível social em cada país. Religião e riquezas.


        Na religião, os povos que colonizaram os Estados Unidos tinha um seguinte lema religioso: "Todos nos Estados Unidos podem praticar a religião que eles quisessem", enquanto que no Brasil haviam basicamente como maioria três diferentes povos ( o europeu colonizador, o índio nativo e o negro vindo escravizado ) ~ de três diferentes origens, diferentes crenças e diferentes sistemas, doutrinas religiosas diferentes: a africana vinda dos escravos, a católica vinda do homem branco colonizador e a religião dos índios nativos que no Brasil habitavam... E  o comportamento na época do descobrimento  era que o o homem branco, era o novo dono da terra, então a religião dele era a única que aqui podia se praticar e para isso ele tomou as seguintes atitudes:  dizimar os índios e catequizar os índios que continuassem vivos, impor o catolicismo obrigatoriamente, os fazendo renunciar sua religião de origem e demonizar os cultos e ritos africanos desde o descobrimento. O cristianismo foi instalado com violência, ódio e assassinatos. 
        

     As riquezas que nos Estados Unidos  haviam,  foram exploradas e  foram utilizadas no próprio país, moro em Pittsburgh, na região da Pennsylvania e aqui foi uma importante bacia de aço que foi utilizado para construir entre outras coisas pontes, estradas de ferro e a estrutura dos arranha-céus das maiores cidades da região, inclusive Manhattan, New York. Contribuindo assim para um progresso e evolução, os Estados Unidos não tiveram suas riquezas saqueadas. Enquanto isso no Brasil, Portugal estava saqueando todo ouro, pedras preciosas, metais preciosos, pau-brasil, madeiras nobres, tirando toda a riqueza natural do país, falo do ano 1500, mas parece que falo de hoje, algum dia desde o descobrimento do Brasil esse roubo teve alguma trégua? O comportamento humano, o consciente coletivo é algo que se perpetua se perpetua. As gerações tendem a reproduzir a o que seus antepassados pensavam logo agiam, logo eram.


         Vejo religião e riqueza como dois dos milhares de ingredientes de uma receita de bolo, dois dos maiores e mais jovens países do mundo, dois países maiores que muitos continentes com um poder natural e econômico gigante, foram "descobertos" e colonizados na mesma época, tem a mesma idade, um é uma das potências mais poderosas do mundo, resultados bem diferentes. O Brasil apos 500 anos de descobrimentos é um dos lugares mais corruptos, injustos, racistas, baixo índice cultural, educacional, uma população ignorante, mal informada, mal instruída, analfabetismo na idade adulta e índices alarmantes, etc. do planeta. 

             O ponto que eu quero chegar com esse texto é que os ingredientes de formação de caráter de um ambos os povos foram diferentes e por sua vez geraram resultados diferentes, eu poderia citar outros fatores mas não precisei citar mais que como ambos se comportaram na época da formação de suas nações. Nos quesitos religião e riquezas naturais cito os diferentes comportamentos e me coloco a pensar... Os Estados Unidos permitiram que todos os imigrantes que viessem praticassem a sua própria religião, enquanto que na mesma época o Brasil, no quesito religião e liberdade aos cultos respeitando a origens dos povos aqui formados se comportou com racismo, a pratica do ódio, a demonização, violência, bullying, preconceito, assassinato, apenas para a imposição de um padrão religioso europeu como a verdade absoluta, morte, genocídio de negro, escravidão, roubos, saque a todas as riquezas e levados para Portugal, ja os Estados Unidos se comportaram , sim escravizaram, por menos tempo, O BRASIL FOI O PAÍS QUE ESCRAVIZOU O NEGRO POR MAIS TEMPO NO PLANETA, QUASE 400 ANOS.

         Concluo que no quesito riquezas usaram tudo que havia de natural e usam ate hoje em beneficio próprio e de um progresso econômico e financeiro. Nos quesitos religião e riquezas naturais vejo mais violência, ódio, falta de humanidade e caráter no Brasil, isso por que nem citei outros aspectos. Falo de um passado, da colonização mas comportamento de populações se perpetuam esses valores, essa maneira de raciocinar e se comportar, e as seguintes gerações vão reproduzindo tais valores de forma cartesiana. Não absorvo o racismo, nem o ódio nem  a violência americana, mas é claramente visível que o Brasil não proporciona o básico para o seu povo viver com dignidade. O Estados Unidos proporciona o básico com uma educação, saúde, cultura, oportunidades, e esses fatores de sobrevivência básica que um oferece e outro não,  foram "plantados" e regados de maneiras diferentes em ambos seus primórdios de existência.